12 fevereiro 2018

Santa Catarina | 20 dicas do parque Beto Carrero World

O Beto Carrero World é um parque temático que fica localizado na cidade de Penha, em Santa Catarina. Considerado o maior parque temático da América Latina, para mim ele é muito mais do que isso, para mim ele é a materialização de um sonho. A primeira vez que o visitei, seu idealizador, o Beto Carrero, ainda era vivo. E para mim, pessoalmente, foi muito emocionante ver que, mesmo tantos anos após sua morte, o parque continua seguindo seu caminho e expandindo.

Qual o significado da palavra medo? 😂


Eu sei que as comparações com os parques americanos são inevitáveis, mas elas só servem para nos gerar expectativas - e possíveis frustrações. Ainda há muito a melhorar, reconheço, mas foi uma experiência muito bacana visitar o parque depois de tantos anos, e dessa vez levando nosso filho junto.

>> Clique aqui para ver onde nos hospedamos em Penha/ SC

20 DICAS DO BETO CARRERO WORLD

  1. Se você tiver possibilidade, programe pelo menos 2 dias para visitar o parque. São muitos shows e brinquedos e 1 dia, principalmente na alta temporada, vai ser muito corrido.
  2. Chegue cedo ao parque ( = pegue o parque abrindo). Parece óbvio, mas as principais atrações criam filas muito rapidamente e se você chegar muito tarde, vai ter que encará-las - e com crianças tudo se torna mais cansativo.
  3. Se você vai visitar o parque com crianças, logo na entrada tem uma tenda que mede a altura e já coloca uma pulseira com a cor correspondente. Isso facilita e muito a vida dos monitores na hora dos brinquedos - e a dos pais também, que não ficam na fila à toa.
  4. Se você vai visitar o parque no verão: muita, muita água, boné, óculos de sol, protetor solar e labial. Não recomendo o uso de chinelos porque podem cair dos pés em algumas atrações, além de arrebentarem mais facilmente. Até levamos na mochila para trocarmos no final do dia, mas não usamos. Sapatos e roupas confortáveis é fundamental!
  5. Li muito sobre levar capa de chuva e acabamos comprando em uma lojinha de conveniência na cidade (é mais barato do que no parque). Como fomos no verão e os dias estavam lindos e muito quentes, deixamos molhar. 😊 Só usamos a capa para proteger as bolsas e os tênis no brinquedo Tchibum.
  6. As opções de comida não são muito boas e nem tão saudáveis. A dica seria tentar conciliar algum show com o horário da refeição (Excalibur e Extreme Show, o show dos carros, por exemplo).
  7. Se quiser agilizar, você pode comprar as entradas para o show Excalibur, por exemplo, já pela internet, assim como as entradas para o parque. O Fast Pass, o sistema "fura-fila", também pode ser comprado antes. Não compramos porque ele custa quase o valor do ingresso e achamos que não valia a pena.
  8. Planeje o trajeto dentro do parque. Por exemplo: se você pretende assistir a algum show ou encontrar com personagens, busque as atrações mais próximas para não perder o horário ou chegar atrasado.
  9. Chegue com antecedência aos shows para pegar um lugar bom. Alguns começam a formar fila 1 hora antes, então programe-se!
  10. Aproveite o horário dos shows mais famosos para ir nos brinquedos mais disputados. Geralmente eles ficam mais vazios nesses horários.
  11. Muito importante para não passar perrengue: leve dinheiro vivo. Os caixas eletrônicos que ficam na entrada do parque têm filas intermináveis e não dão vazão, e é muito comum as máquinas de cartão dos quiosques e lojinhas estarem fora do ar. Outra dica importante: leve uma boa quantia em dinheiro, porque as coisas lá não são baratas.  
  12. O parque tem um aplicativo para celular que facilita bastante a visita e dá até lembretes dos horários das atrações. Como sou da turma das antigas 😃, ainda prefiro o bom e velho mapa de papel.
  13. Não esqueça de levar documento de identidade, inclusive das crianças. Eles nos pediram na hora da roleta, junto com os ingressos. 
  14. O parque tem estacionamento (bem) pago à parte, em dinheiro. Também é possível encontrar vagas nos arredores do parque - tanto pagas quanto nas próprias ruas da cidade.
  15. Pelas normas do parque, não é permitido levar alimentos. No entanto, ninguém revistou as nossas mochilas.
  16. Aliás, use mochila! Se possível, divida o peso com outra pessoa para não ficar puxado.
  17. Se precisar sair do parque por algum motivo, há uma tolerância de 20 minutos para retornar.
  18. Se você for corajoso 😄, na entrada no parque é possível contratar passeio de helicóptero.
  19. Cuidado com a alta temporada. O parque mais cheio torna tudo mais lento e cansativo, e as estradas ficam muito mais movimentadas. Como já tínhamos passagens aéreas chegando por Florianópolis, alugamos carro no próprio aeroporto para fazer o trajeto Floripa - Penha e a viagem durou aproximadamente 8h (normalmente o percurso é feito em no máximo 3h).
  20. Vale a pena se hospedar em Penha. As pousadas são simples, sem muito luxo, mas é uma mão na roda não precisar encarar estrada depois de um dia cansativo no parque. 


* Recebemos 2 cortesias para um dia de parque Beto Carrero World, a quem agradecemos. Minha opinião é isenta e reflete nossa experiência real durante a visita ao parque.

------------------------------------------------------------
Beto Carrero World
Penha/ Santa Catarina - Brasil
Site: www.betocarrero.com.br

------------------------------------------------------------
Acompanhe nossas dicas pelas Redes Sociais!
Clique no botão laranja acima para receber nossos posts por e-mail. Você pode se descadastrar quando quiser!
------------------------------------------------------------



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Adoraria receber seu comentário, mas não esqueça de deixar seu nome, por favor. NÃO SERÃO ACEITOS COMENTÁRIOS ANÔNIMOS!

Está com dúvidas sobre alguma dica ou destino, não mande e-mail, escreva na caixa de comentários. Sua dúvida pode ajudar outras pessoas!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Booking.com
♥ Layout por Designing Dreams © 2015 • Blogger • Todos os direitos reservados •Topo